MUNDO DOS MORTOS

Porque tu, ó Deus, me proteges do poder da morte. Eu tenho te servido fielmente, e por isso não deixarás
que eu desça ao mundo dos mortos Sl 16.10. O que o verdadeiro crente tem no seu futuro; a garantia da vida eterna; da felicidade perpétua na presença de Deus. Esta passagem deve ser compreendida a luz da ressurreição de Jesus Cristo: Sua alma não foi deixada na morte e sua conquista da morte e da corrupção a palavra  hebraica aqui traduzida por corrupção shahath, rais ser estragado é a garantia seu povo com Ele ressurgirá. Na pessoa de Cristo. Davi disse eu via sempre o Senhor comigo porque ele está ao meu lado direito, para que nada me deixe abalado. Por isto o meu coração está feliz, as minhas palavras são palavras de alegria; e eu, um ser mortal, vou descansar cheio de esperança, pois tu, Senhor, não me abandonarás no mundo dos mortos. Tu me tens ensinado os caminhos que leva a vida, e a tua presença me encherá de alegria At 2.25-28; 13.35. Paulo disse: Na verdade, Davi, no seu tempo, cumpriu os planos de Deus. Depois morreu, foi sepultado ao lado dos seus antepassados e apodreceu na sepultura. Assim também vi os perversos receberem sepultura e entrarem no repouso, ao passo que os que frequentavam o lugar santo, foram esquecidos na cidade, onde fizeram o bem; também isto é vaidade Ec 9.10. Esquecidos por homens, mas não por Deus. O homem rico da parábola do Evangelho teve certamente um sepultamento concorrido e luxuoso, enquanto do pobre Lázaro nada ouvimos de seu sepultamento. Deus, porém, dele se lembrou. Salomão, também quer mostrar que reconhecimentos ou boa fama da parte dos filhos do mundo não passa de vaidade.









































































Print Friendly and PDF