DEUS CORRIJE OS QUE AMA




A cidade de Laodíceia era um importante centro industrial e comercial que ficava uns 160 km a leste de Éfeso. Na carta que escreveu a igreja de Colossenses Paulo fala sobre a igreja de Laodiceia, Jesus Cristo não tem nenhuma palavra de louvor para os cristãos dessa igreja, somente palavras de censura. Mas isso não quer dizer que ele não os ame. Eu corrijo e castigo todos os que amo. Portanto, levem as coisas a sério e se arrependam. Escutem! eu estou a porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos. Aos que conseguirem a vitória eu darei o direito de se sentarem ao lado do meu trono, assim como eu consegui a vitória e agora estou sentado ao lado do trono do meu pai Ap 3.19-21. Castigo todos os que amo. Porque o Senhor corrige quem ele ama, assim como o pai corrige o filho a quem ele quer bem. Mas somos julgados e castigados pelo o Senhor, para não sermos condenados junto com o mundo. Pois o Senhor corrige quem ele ama e castiga quem ele aceita como filho Pv 3.12; 1 Co 11.32; Hb 12.6. Nós jantaremos juntos. É uma referencia ao banquete messiânico, quando Deus e todo o seu povo estarão juntos. E digo a vocês que muita gente vai chegar do Leste e do Oeste e se sentar a mesa no Reino do Céu com Abraão, Isaque e Jacó. Um dos que estavam a mesa ouviu isso e disse para Jesus: Felizes os que irão sentar-se a mesa no Reino de Deus. O pobre morreu e foi levado pelos anjos para junto de Abraão, na festa do Céu. O rico também morreu e foi sepultado. Pois eu digo a vocês que nunca comerei este jantar até que eu coma o verdadeiro jantar que haverá no Reino de Deus. Jesus respondeu: A pessoa que me ama obedecerá a minha mensagem, e o meu pai a amará. E o meu pai e eu viremos viver com ela Mt 8.11; Lc 14.15; 16.22; 22.16; Jo 14.23.  é também possível que seja uma referencia a Ceia do Senhor. Eu afirmo a vocês que nunca mais beberei deste vinho até o dia em que beber com vocês um vinho novo no Reino do meu pai Mt 26.29. Conseguirem a vitória. Aqueles que conseguirem a vitória receberão de mim este presente; eu serei o Deus deles, e eles serão meus filhos Ap 21.7. O direito de se sentarem ao lado do meu trono. Em seguida vi alguns tronos, e os que estavam sentados neles receberam o poder de julgar. Vi também as almas das pessoas que tinham sido degoladas porque haviam anunciado a mensagem de Deus e a verdade que Jesus revelou. Elas não tinham adorado o monstro nem a imagem, nem tinham recebido o seu sinal na testa ou na mão. Essas pessoas tornaram a viver e reinaram com Cristo durante os mil anos. Os outros mortos não tornaram a viver até que os mil anos terminaram. Esta é a primeira ressurreição. Jesus respondeu: Eu afirmo a vocês que isso é verdade; quando chegar o tempo em que Deus vai renovar tudo e o Filho do Homem se sentar no seu trono glorioso, vocês, os meus discípulos, também vão sentar-se em doze tronos para julgar as doze tribos do povo de Israel. Será que vocês não sabem que o povo de Deus julgará o mundo? Então, se vocês vão julgar o mundo, será que não são capazes de julgar essas coisas pequenas? Este ensinamento é verdadeiro: “Se já morremos com Cristo, também viveremos com ele. Se continuarmos a suportar o sofrimento com paciência, também reinaremos com Cristo. Se nós o negarmos, ele também nos negará. Ap 20.4-5; Mt 19.28; 1 Co 6.2; 2 Tm 2.11-12. Estou sentado ao lado do trono do meu pai. O Senhor Deus disse ao meu Senhor, o rei: ” Sente-se do meu lado direito, até que eu ponha os seus inimigos debaixo dos seus pés.” Jesus respondeu: Sou. E vocês verão o Filho do Homem sentado do lado direito de Deus Todo Poderoso e descendo com as nuvens do céu! Sl 110.1;  Mc 14.62.
Print Friendly and PDF