LAMPARINA

Os homens corretos são como uma luz brilhante, porém os maus são como vela que esta se apagando Pv 13.9. A luz é símbolo de vida. A estrela em que caminham as pessoas direitas é como a luz da aurora, que brilha cada vez mais até ser dia claro Pv 4.18. Vela apagando. Se você amaldiçoa os seus pais, a sua vida terminará como uma lâmpada que se apaga na escuridão. Os pecadores não têm futuro; eles são como uma luz que está se apagando. A vida do perverso se acabará como a luz que se apaga, como as chamas do fogo que deixa de queimar. A lamparina da sua casa não brilhará mais; em vez de luz, haverá escuridão Pv 20.20; 24.20; Jó 18.4-5. Lamparina. Num tempo em que não se conhecia a luz elétrica, a lamparina era a fonte de luz a noite nas barracas e nas casas. A lamparina usada pelos israelitas era feita de barro e tinha a forma de uma concha, na qual de um lado ficava o reservatório de azeite. Do outro lado, os bordos da concha se encontravam, deixando um orifício para a passagem do povo. Aqui em Jó 18.6, a luz da lamparina é símbolo da vida. Em outras passagens, a figura da luz se aplica a Deus. O Senhor Deus é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O Senhor me livra de todo perigo; não ficarei com medo de ninguém. A tua palavra é lâmpada para guiar os meus passos, é luz que ilumina o meu caminho. Assim temos mais confiança ainda na mensagem anunciada pelos profetas. Vocês fazem bem em prestar atenção nessa mensagem. Pois ela é como uma luz que brilha em lugar escuro, até que o dia amanheça e a luz da estrela da manhã brilha no coração de vocês. Sl 27.1; 119.105; 2 Pe 1.19. A influencia espiritual das pessoas. Os olhos são como uma luz para o corpo; quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz Mt 6.22. Escuridão. Antes que me vá na viagem que não tem volta, antes que vá para o pais da escuridão e das trevas Jó 10.21. Viagem que não tem volta. Como a nuvem que passa e some,  assim é aquele que desce ao mundo dos mortos nunca tem volta; ele não volta para casa; ninguém lembra mais dele Jó 7.9-10. Pais da desordem. O mundo dos mortos. Ele não tem esperança de escapar da escuridão da morte, pois um punhal está pronto para matá-lo. A minha casa será o mundo dos mortos, onde vou me deitar e dormir na escuridão. Ele será expulso do mundo dos vivos e da luz será jogado na escuridão Jó 15.22; 17.13; 18.18. desordem. Na sua primeira queixa cap.3. Jó havia falado sobre o mundo dos mortos como um lugar de descanso. Aqui, Jó menciona a confusão que reina ali. Tudo que ele pode é um pouco de alegria antes de ir para lá. Se eu tivesse morrido naquele momento, agora estaria dormindo, descansando em paz. Na sepultura acaba a agitação dos maus, e ali repousam os que estão cansados. O céu não é limite para Deus, mas você não pode chegar até lá; Deus conhece o mundo dos mortos, mas você não conhece Jó 3.13,17; 11.8.
Print Friendly and PDF