28 de fevereiro de 2017

RESPEITEM A DEUS



Portanto, respeitem a Deus e tenham cuidado com que vão fazer, pois o Senhor, nosso Deus, não tolera os que cometem injustiça, nem os que usam dois pesos e duas medidas nos julgamentos, nem os que aceitam dinheiro para torcer a justiça 2 Cr 19.7. RESPEITEM A DEUS. Para ser sábio, é primeiro temer a Deus, o Senhor. Os tolos desprezam a sabedoria e não querem aprender Pv 1.7. DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS. Naquela mesma ocasião dai a seguinte ordem aos Juízes: "Julguem todas as causas com justiças, seja entre dois israelitas, seja entre um israelitas e um estrangeiro que vive no meio do povo. Sejam honestos e justos nas suas decisões. Tratem todos de modo igual, tanto os humildes como os poderosos. Não tenham medo de ninguém, pois a sentença que vocês derem virá de Deus. Se algum caso for muito difícil para vocês, tragam para mim, que eu o julgarei Dt 1.16-17. DINHEIRO PARA TORCER A JUSTIÇA. Pois o Senhor, nosso Deus, está acima de todos os deuses e autoridades. Ele é grande, poderoso e causa medo. Ele trata a todos igualmente e não aceita presentes para torcer a justiça. Nas cidades que o Senhor, nosso Deus, lhes der, vocês devem escolher um juízes e outras autoridades para cada tribo. Eles julgarão todas com justiça e honestidade. Não serão injustos nas suas sentenças; tratarão todos igualmente e não aceitarão suborno. O suborno faz com que homens sábios e honestos fiquem cegos e deem sentenças injustas. Dt 10.17; 16.18-19. OS ESTRANGEIROS QUE VIVE NO MEIO DO POVO. Os estrangeiros que viviam no meio do povo de Israel tinham certos direitos e privilégios Êx 12.49; Lv 17.54; 24.19,22; Nm 15.27-31; Dt 27.19; Ez 47.22-23, mas também estavam sujeitos a certas restrições Êx 12.45; Lv 22.10; 25.45-46. Os próprios israelitas tinham vivido em terra estrangeiras e, por isso, deviam tratar com especial carinho os estrangeiros que moravam com eles Êx 22.21; 23.9; Lv 19.10; 25.35; Dt 10.18-19; 24.17-22; e especialmente Lv 19.33-34. E hoje nós não tratamos nem os que estão entre nos, quanto mais os que vem de fora nos visitar, porque esta faltando amor, união, companheirismo entre o povo de Deus, é cada um por si, só querem ouvir o que lhes agradam. Não aceitam a verdade porque a verdade doí.

21 de fevereiro de 2017

MINHA TRISTEZA

A Tristeza de Jeremias por causa do povo.
A minha tristeza não pode ser curada; o meu coração está doente. Escutem! Estou ouvindo o meu povo gritar no pais inteiro. Eles gritam: "Será que o SENHOR DEUS não está mais em Sião? O Rei de Sião não está mais lá?" E o SENHOR, o Rei deles, responde: "Por que é que vocês me irritam com os seus ídolos e com os seus deuses estrangeiros, que não valem nada. Então o povo grita:"Acabou o verão, passou o tempo da colheita, mas nós não fomos salvos." Jr 8.18-20.  Sega durava de abril a junho . Verão o período da colheita dos frutos de verão, de junho até setembro. Se a sega falhava, o povo ainda podia esperar pela estação dos frutos, mas, se os frutos também falhassem , a fome se tornava inevitável. O povo , no exílio, queixava-se amargamente de que Jeová se esquecera deles  A minha tristeza não pode ser curada. O texto hebraico, que não é claro, também poderia ser traduzido assim: Na minha tristeza, eu gostaria de ser consolado. O profeta sofre junto com o seu povo. Que dor! Não posso suportar tanta dor! Ah! meu coração! O meu coração está batendo forte! Não posso ficar calado, pois ouvi a corneta e os gritos de guerra Jr 4.19. A destruição de Jerusalém é tão certa, que Deus pede que já contratem mulheres que são pagas para chorar. O povo de Judá tinha o sinal da aliança, a circuncisão, mas não guardava a aliança. Por isso, em nada era diferente dos povos pagãos, que também praticavam a circuncisão...Edom...Amom....Moabe Edom ficava ao sul do Mar Morto, Moabe a leste, Amom ficava ao norte de Moabe, costumam cortar o cabelo bem curto isso era parte da adoração aos deuses pagãos. A Lei de Moisés proibia Lv 19.27. Ao que parece, aqui se proíbem práticas que eram comuns entre os povos pagãos. Moisés disse ao povo: Vocês são filhos do SENHOR. Portanto, quando chorarem a morte de alguém, não se cortem, nem raspem a cabeça, como os outros povos fazem Dt 14.1. O oitavo capitulo nos ensina que converter-nos e buscar a Deus é nosso culto racional, a única maneira de viver digna de um ser humano. É tão natural como um homem que tropeçou levantar-se, como um viajante se conserva perto da estrada, como um simples pássaro migrar segundo as estações vs. 1-7. É tão lógico que só um falso pastor, um teólogo inimigo da palavra de Deus v.8 poderia persuadir ao povo de que a paz com Deus se obtém superficialmente v.11, sem a plenitude da conversão. O desespero. A escravidão é cruel, mas muito pior é a amargura com que o povo encara o sofrimento, é este estado mental que priva muitas pessoas do consolo das promessas de Deus. Os escolhidos rejeitaram a palavra que diz. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam Jo 1.11. 

11 de fevereiro de 2017

OS MESTRES E FARISEUS

Depois todos foram para casa, mas Jesus foi para o monte da Oliveiras. De madrugada ele voltou ao pátio
do templo, e o povo se reuniu em volta dele. Jesus estava sentado, ensinando a todos. Aí alguns mestres da Lei e fariseus levaram a Jesus uma mulher que tinha sido apanhada em adultério e a obrigaram a ficar de pé no meio de todos. Eles disseram: Mestre, esta mulher foi apanhada no ato de adúltero. De acordo com a Lei de Moisés nos deu, as mulheres adúlteras devem ser mortas a pedradas. Mas o Senhor, o que é que diz sobre isso? Eles fizeram essa pergunta para conseguir uma prova contra Jesus, pois queriam acusá-lo. Mas ele se abaixou e começou a escrever no chão com o dedo. Como eles continuaram a fazer a mesmo pergunta, Jesus endireitou o corpo e disse a eles: Quem de vocês estiver sem pecado, que seja o primeiro a atirar uma pedra nesta mulher Jo 8.1-7...MESTRES DA LEI. Homens que ensinavam e explicavam as Escrituras hebraicas, espacialmente os cinco primeiros livros. Esta é a única vez que mestres da Lei aparecem no Evangelho de João; nos outros Evangelhos eles aparecem frequentemente junto com os fariseus....A LEI QUE MOISÉS NOS DEU. A Lei mandava que tanto a mulher como o homem apanhados em adúltero fossem mortos Lv 20.10; Dt 22.22-24. CONSEGUIR UMA PROVA CONTRA JESUS...Ficava difícil para Jesus dar uma resposta definitivo, se dissesse para deixarem a mulher em paz, iria contra a Lei de Moisés. Se concordasse que a mulher deveria ser morta, iria contra os romanos, que eram os únicos que podiam executar uma pessoa. Pilatos disse: Levem este homem e o julguem vocês mesmos, de acordo com a lei de vocês Jo 18.31. Jesus já tinha sido condenado por eles há mais tempo Jo 11.47-53. Só que as autoridades romanas não permitiam que os judeus mandassem matar pessoas condenadas a morte. Esse era um privilégio apenas de cidades livres dentro do Império Romano. COMEÇOU A ESCREVER NO CHÃO...É a única vez que se diz, nos Evangelhos, que Jesus escreveu. Não se sabe o que ele escreveu. A mulher era uma vitima dos mestres da Lei e dos fariseus, mas interessados em acusar Jesus do que em aplicar a Lei de Moisés. A resposta de Jesus é genial. Não impede que se joguem as pedras que a Lei de Moisés exigia, mas, ao mesmo tempo, mostra que aqueles que querem jogar pedras são tão pecadores quantos a mulher apanhada em adúltero. Não julguem os outros para vocês não serem julgados por Deus Mt 7.1. Jesus tem as qualificações e a autoridade para dizer isso. Qual de vocês pode provar que eu tenho algum pecado? Se digo a verdade, por que não creem em mim v.46. Jesus continuou a falar a eles. Ele disse: Eu não posso fazer nada por minha própria conta, mas julgo de acordo com o que o Pai me diz. O meu julgamento é justo porque não procuro fazer a minha própria vontade, mas a vontade daquele que me enviou cap 5.30. Estas palavras mostram que Jesus leva o pecado a sério. Mas tarde Jesus encontrou o homem no pátio do Templo e disse a ele: Escute Você agora está curado. Não peque mais, para que não aconteça com você uma coisa ainda pior Jo 5.14.

9 de fevereiro de 2017

A CHAVE QUE ABRE

Pois quero que saibam o quanto eu tenho trabalhado por vocês, e pelos que moram em Laodiceia, e
por muitos outros que não me conhecem pessoalmente. Eu trabalho para que o coração deles se encha de coragem e eles sejam unidos em amor e assim fiquem completamente enriquecidos com a segurança que é dada pela verdadeira compreensão do segredo de Deus. Esse segredo é Cristo, o qual é a chave que abre todos os tesouros escondidos do conhecimento e da sabedoria que vêm de Deus. Eu posso afirmar que ele tem trabalhado muito em favor de vocês e pela gente de Laodiceia e de Hierápolis. Que me disse: Escreve num livro o que você vai ver e mende esse livro as igreja que estão nestas sete cidades: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodiceia. Ao anjo da igreja de Laodiceia escreva o seguinte: Esta é a mensagem do Amém, da testemunha fiel e verdadeira, daquele por meio de quem Deus criou todas as coisas Cl 2.1-3; 4.13; Ap 1.11; 3.14. Laodiceia. Uma das cidades mais ricas da Asia Menor, que orgulhosamente recusou a ajuda de Roma quando foi destruída por um terremoto em 60 d.C. Distava 160 km de Éfeso, e 80 km de Filadélfia, no encontro de três estradas importante. O principal da criação de Deus. Princípio significa, aqui, fonte, origem, descrevendo assim a Cristo, tanto na sua atuação na criação original Jo 1.1-4;  Cl 1.15-18, como na sua obra ao suscitar a Nova Criação 2 Co 5.17. Vomitar-te. Perto de Laodiceia havia fontes de água mineral morna e emética, que o viajante sedento rejeitaria com nojo. Este é o desgosto que Cristo sente para com uma igreja espiritualmente morna. Qualquer outra condição espiritual seria mais promissora. Estou rico. A igreja local da cidade rica já abraçará a acomodada atitude prevalecente da soberba das riquezas materiais produzem uma conformidade fatal com os padrões morais mundanos. Eles dizem: "É verdade que somos ricos, mas ninguém pode nos acusar de termos ajuntado a nossa riqueza por meios desonesto. Dá fartura aos que têm fome e manda os ricos embora com as mãos vazias Os 8.12; Lc 1.53. Ouro refinado pelo fogo. Simboliza a verdadeira riqueza celestial, sem mácula nem tristezas Mt 6.19-20; Lc 12.21. Uma mensagem para mostrar a atitude de Cristo ao encarar os jactanciosos de Laodiceia: Seu centro bancário, seu colírio, sua lã preta não servirão para dar a riqueza, visão e decência espirituais. Estes eram os produtos locais. Estou a porta . O contexto não sugere uma referência a segunda vinda e o banquete messiânico; são boas vindas a vivência de Cristo no seu meio. Seu culto, portanto, era uma fraude vazia. Se qualquer individuo, porém, quer abrir a porta do seu intimo e ouvir a chamada de Cristo, então Cristo entrará para dirigir sua vida e lhe oferecer sua convivência. Assim fica claro que é Cristo quem salva, não a sua igreja; mostra que uma igreja pode existir como casca, mantendo seu culto formal, todavia faltando o coração que é a comunhão do Senhor    

6 de fevereiro de 2017

LAMPARINA

Os homens corretos são como uma luz brilhante, porém os maus são como vela que esta se apagando Pv 13.9. A luz é símbolo de vida. A estrela em que caminham as pessoas direitas é como a luz da aurora, que brilha cada vez mais até ser dia claro Pv 4.18. Vela apagando. Se você amaldiçoa os seus pais, a sua vida terminará como uma lâmpada que se apaga na escuridão. Os pecadores não têm futuro; eles são como uma luz que está se apagando. A vida do perverso se acabará como a luz que se apaga, como as chamas do fogo que deixa de queimar. A lamparina da sua casa não brilhará mais; em vez de luz, haverá escuridão Pv 20.20; 24.20; Jó 18.4-5. Lamparina. Num tempo em que não se conhecia a luz elétrica, a lamparina era a fonte de luz a noite nas barracas e nas casas. A lamparina usada pelos israelitas era feita de barro e tinha a forma de uma concha, na qual de um lado ficava o reservatório de azeite. Do outro lado, os bordos da concha se encontravam, deixando um orifício para a passagem do povo. Aqui em Jó 18.6, a luz da lamparina é símbolo da vida. Em outras passagens, a figura da luz se aplica a Deus. O Senhor Deus é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O Senhor me livra de todo perigo; não ficarei com medo de ninguém. A tua palavra é lâmpada para guiar os meus passos, é luz que ilumina o meu caminho. Assim temos mais confiança ainda na mensagem anunciada pelos profetas. Vocês fazem bem em prestar atenção nessa mensagem. Pois ela é como uma luz que brilha em lugar escuro, até que o dia amanheça e a luz da estrela da manhã brilha no coração de vocês. Sl 27.1; 119.105; 2 Pe 1.19. A influencia espiritual das pessoas. Os olhos são como uma luz para o corpo; quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz Mt 6.22. Escuridão. Antes que me vá na viagem que não tem volta, antes que vá para o pais da escuridão e das trevas Jó 10.21. Viagem que não tem volta. Como a nuvem que passa e some,  assim é aquele que desce ao mundo dos mortos nunca tem volta; ele não volta para casa; ninguém lembra mais dele Jó 7.9-10. Pais da desordem. O mundo dos mortos. Ele não tem esperança de escapar da escuridão da morte, pois um punhal está pronto para matá-lo. A minha casa será o mundo dos mortos, onde vou me deitar e dormir na escuridão. Ele será expulso do mundo dos vivos e da luz será jogado na escuridão Jó 15.22; 17.13; 18.18. desordem. Na sua primeira queixa cap.3. Jó havia falado sobre o mundo dos mortos como um lugar de descanso. Aqui, Jó menciona a confusão que reina ali. Tudo que ele pode é um pouco de alegria antes de ir para lá. Se eu tivesse morrido naquele momento, agora estaria dormindo, descansando em paz. Na sepultura acaba a agitação dos maus, e ali repousam os que estão cansados. O céu não é limite para Deus, mas você não pode chegar até lá; Deus conhece o mundo dos mortos, mas você não conhece Jó 3.13,17; 11.8.
Print Friendly and PDF

1 de fevereiro de 2017

DEUS CORRIJE OS QUE AMA




A cidade de Laodíceia era um importante centro industrial e comercial que ficava uns 160 km a leste de Éfeso. Na carta que escreveu a igreja de Colossenses Paulo fala sobre a igreja de Laodiceia, Jesus Cristo não tem nenhuma palavra de louvor para os cristãos dessa igreja, somente palavras de censura. Mas isso não quer dizer que ele não os ame. Eu corrijo e castigo todos os que amo. Portanto, levem as coisas a sério e se arrependam. Escutem! eu estou a porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos. Aos que conseguirem a vitória eu darei o direito de se sentarem ao lado do meu trono, assim como eu consegui a vitória e agora estou sentado ao lado do trono do meu pai Ap 3.19-21. Castigo todos os que amo. Porque o Senhor corrige quem ele ama, assim como o pai corrige o filho a quem ele quer bem. Mas somos julgados e castigados pelo o Senhor, para não sermos condenados junto com o mundo. Pois o Senhor corrige quem ele ama e castiga quem ele aceita como filho Pv 3.12; 1 Co 11.32; Hb 12.6. Nós jantaremos juntos. É uma referencia ao banquete messiânico, quando Deus e todo o seu povo estarão juntos. E digo a vocês que muita gente vai chegar do Leste e do Oeste e se sentar a mesa no Reino do Céu com Abraão, Isaque e Jacó. Um dos que estavam a mesa ouviu isso e disse para Jesus: Felizes os que irão sentar-se a mesa no Reino de Deus. O pobre morreu e foi levado pelos anjos para junto de Abraão, na festa do Céu. O rico também morreu e foi sepultado. Pois eu digo a vocês que nunca comerei este jantar até que eu coma o verdadeiro jantar que haverá no Reino de Deus. Jesus respondeu: A pessoa que me ama obedecerá a minha mensagem, e o meu pai a amará. E o meu pai e eu viremos viver com ela Mt 8.11; Lc 14.15; 16.22; 22.16; Jo 14.23.  é também possível que seja uma referencia a Ceia do Senhor. Eu afirmo a vocês que nunca mais beberei deste vinho até o dia em que beber com vocês um vinho novo no Reino do meu pai Mt 26.29. Conseguirem a vitória. Aqueles que conseguirem a vitória receberão de mim este presente; eu serei o Deus deles, e eles serão meus filhos Ap 21.7. O direito de se sentarem ao lado do meu trono. Em seguida vi alguns tronos, e os que estavam sentados neles receberam o poder de julgar. Vi também as almas das pessoas que tinham sido degoladas porque haviam anunciado a mensagem de Deus e a verdade que Jesus revelou. Elas não tinham adorado o monstro nem a imagem, nem tinham recebido o seu sinal na testa ou na mão. Essas pessoas tornaram a viver e reinaram com Cristo durante os mil anos. Os outros mortos não tornaram a viver até que os mil anos terminaram. Esta é a primeira ressurreição. Jesus respondeu: Eu afirmo a vocês que isso é verdade; quando chegar o tempo em que Deus vai renovar tudo e o Filho do Homem se sentar no seu trono glorioso, vocês, os meus discípulos, também vão sentar-se em doze tronos para julgar as doze tribos do povo de Israel. Será que vocês não sabem que o povo de Deus julgará o mundo? Então, se vocês vão julgar o mundo, será que não são capazes de julgar essas coisas pequenas? Este ensinamento é verdadeiro: “Se já morremos com Cristo, também viveremos com ele. Se continuarmos a suportar o sofrimento com paciência, também reinaremos com Cristo. Se nós o negarmos, ele também nos negará. Ap 20.4-5; Mt 19.28; 1 Co 6.2; 2 Tm 2.11-12. Estou sentado ao lado do trono do meu pai. O Senhor Deus disse ao meu Senhor, o rei: ” Sente-se do meu lado direito, até que eu ponha os seus inimigos debaixo dos seus pés.” Jesus respondeu: Sou. E vocês verão o Filho do Homem sentado do lado direito de Deus Todo Poderoso e descendo com as nuvens do céu! Sl 110.1;  Mc 14.62.
Print Friendly and PDF