6 de fevereiro de 2017

LAMPARINA

Os homens corretos são como uma luz brilhante, porém os maus são como vela que esta se apagando Pv 13.9. A luz é símbolo de vida. A estrela em que caminham as pessoas direitas é como a luz da aurora, que brilha cada vez mais até ser dia claro Pv 4.18. Vela apagando. Se você amaldiçoa os seus pais, a sua vida terminará como uma lâmpada que se apaga na escuridão. Os pecadores não têm futuro; eles são como uma luz que está se apagando. A vida do perverso se acabará como a luz que se apaga, como as chamas do fogo que deixa de queimar. A lamparina da sua casa não brilhará mais; em vez de luz, haverá escuridão Pv 20.20; 24.20; Jó 18.4-5. Lamparina. Num tempo em que não se conhecia a luz elétrica, a lamparina era a fonte de luz a noite nas barracas e nas casas. A lamparina usada pelos israelitas era feita de barro e tinha a forma de uma concha, na qual de um lado ficava o reservatório de azeite. Do outro lado, os bordos da concha se encontravam, deixando um orifício para a passagem do povo. Aqui em Jó 18.6, a luz da lamparina é símbolo da vida. Em outras passagens, a figura da luz se aplica a Deus. O Senhor Deus é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O Senhor me livra de todo perigo; não ficarei com medo de ninguém. A tua palavra é lâmpada para guiar os meus passos, é luz que ilumina o meu caminho. Assim temos mais confiança ainda na mensagem anunciada pelos profetas. Vocês fazem bem em prestar atenção nessa mensagem. Pois ela é como uma luz que brilha em lugar escuro, até que o dia amanheça e a luz da estrela da manhã brilha no coração de vocês. Sl 27.1; 119.105; 2 Pe 1.19. A influencia espiritual das pessoas. Os olhos são como uma luz para o corpo; quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz Mt 6.22. Escuridão. Antes que me vá na viagem que não tem volta, antes que vá para o pais da escuridão e das trevas Jó 10.21. Viagem que não tem volta. Como a nuvem que passa e some,  assim é aquele que desce ao mundo dos mortos nunca tem volta; ele não volta para casa; ninguém lembra mais dele Jó 7.9-10. Pais da desordem. O mundo dos mortos. Ele não tem esperança de escapar da escuridão da morte, pois um punhal está pronto para matá-lo. A minha casa será o mundo dos mortos, onde vou me deitar e dormir na escuridão. Ele será expulso do mundo dos vivos e da luz será jogado na escuridão Jó 15.22; 17.13; 18.18. desordem. Na sua primeira queixa cap.3. Jó havia falado sobre o mundo dos mortos como um lugar de descanso. Aqui, Jó menciona a confusão que reina ali. Tudo que ele pode é um pouco de alegria antes de ir para lá. Se eu tivesse morrido naquele momento, agora estaria dormindo, descansando em paz. Na sepultura acaba a agitação dos maus, e ali repousam os que estão cansados. O céu não é limite para Deus, mas você não pode chegar até lá; Deus conhece o mundo dos mortos, mas você não conhece Jó 3.13,17; 11.8.
Print Friendly and PDF

1 de fevereiro de 2017

DEUS CORRIJE OS QUE AMA




A cidade de Laodíceia era um importante centro industrial e comercial que ficava uns 160 km a leste de Éfeso. Na carta que escreveu a igreja de Colossenses Paulo fala sobre a igreja de Laodiceia, Jesus Cristo não tem nenhuma palavra de louvor para os cristãos dessa igreja, somente palavras de censura. Mas isso não quer dizer que ele não os ame. Eu corrijo e castigo todos os que amo. Portanto, levem as coisas a sério e se arrependam. Escutem! eu estou a porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos. Aos que conseguirem a vitória eu darei o direito de se sentarem ao lado do meu trono, assim como eu consegui a vitória e agora estou sentado ao lado do trono do meu pai Ap 3.19-21. Castigo todos os que amo. Porque o Senhor corrige quem ele ama, assim como o pai corrige o filho a quem ele quer bem. Mas somos julgados e castigados pelo o Senhor, para não sermos condenados junto com o mundo. Pois o Senhor corrige quem ele ama e castiga quem ele aceita como filho Pv 3.12; 1 Co 11.32; Hb 12.6. Nós jantaremos juntos. É uma referencia ao banquete messiânico, quando Deus e todo o seu povo estarão juntos. E digo a vocês que muita gente vai chegar do Leste e do Oeste e se sentar a mesa no Reino do Céu com Abraão, Isaque e Jacó. Um dos que estavam a mesa ouviu isso e disse para Jesus: Felizes os que irão sentar-se a mesa no Reino de Deus. O pobre morreu e foi levado pelos anjos para junto de Abraão, na festa do Céu. O rico também morreu e foi sepultado. Pois eu digo a vocês que nunca comerei este jantar até que eu coma o verdadeiro jantar que haverá no Reino de Deus. Jesus respondeu: A pessoa que me ama obedecerá a minha mensagem, e o meu pai a amará. E o meu pai e eu viremos viver com ela Mt 8.11; Lc 14.15; 16.22; 22.16; Jo 14.23.  é também possível que seja uma referencia a Ceia do Senhor. Eu afirmo a vocês que nunca mais beberei deste vinho até o dia em que beber com vocês um vinho novo no Reino do meu pai Mt 26.29. Conseguirem a vitória. Aqueles que conseguirem a vitória receberão de mim este presente; eu serei o Deus deles, e eles serão meus filhos Ap 21.7. O direito de se sentarem ao lado do meu trono. Em seguida vi alguns tronos, e os que estavam sentados neles receberam o poder de julgar. Vi também as almas das pessoas que tinham sido degoladas porque haviam anunciado a mensagem de Deus e a verdade que Jesus revelou. Elas não tinham adorado o monstro nem a imagem, nem tinham recebido o seu sinal na testa ou na mão. Essas pessoas tornaram a viver e reinaram com Cristo durante os mil anos. Os outros mortos não tornaram a viver até que os mil anos terminaram. Esta é a primeira ressurreição. Jesus respondeu: Eu afirmo a vocês que isso é verdade; quando chegar o tempo em que Deus vai renovar tudo e o Filho do Homem se sentar no seu trono glorioso, vocês, os meus discípulos, também vão sentar-se em doze tronos para julgar as doze tribos do povo de Israel. Será que vocês não sabem que o povo de Deus julgará o mundo? Então, se vocês vão julgar o mundo, será que não são capazes de julgar essas coisas pequenas? Este ensinamento é verdadeiro: “Se já morremos com Cristo, também viveremos com ele. Se continuarmos a suportar o sofrimento com paciência, também reinaremos com Cristo. Se nós o negarmos, ele também nos negará. Ap 20.4-5; Mt 19.28; 1 Co 6.2; 2 Tm 2.11-12. Estou sentado ao lado do trono do meu pai. O Senhor Deus disse ao meu Senhor, o rei: ” Sente-se do meu lado direito, até que eu ponha os seus inimigos debaixo dos seus pés.” Jesus respondeu: Sou. E vocês verão o Filho do Homem sentado do lado direito de Deus Todo Poderoso e descendo com as nuvens do céu! Sl 110.1;  Mc 14.62.
Print Friendly and PDF

31 de janeiro de 2017

AS LEIS DE DEUS


Deus acusa os sacerdotes e os profetas de Israel. Eles era encarregados de instruir o povo, mas haviam virado as costas para Deus. Os 4.6-8 o meu povo não quer saber de mim e por isso está sendo destruído. vocês, sacerdotes, também não querem saber de mim e esqueceram as minhas leis; portanto, eu não os aceito mais como meus sacerdotes, nem aceitarei os seus filhos como meus sacerdotes. Quanto maior é o número de sacerdotes, maior também é o número de pecados que cometem; por isso vou fazer a glória deles virar desgraça. Eles ganham a vida a custa dos pecados do povo e por causa disso querem que o povo peque  Esqueceram as minhas leis, alem de oferecer sacrifícios, os sacerdotes tinham a responsabilidade de instruir o povo a respeito da Lei de Moisés. Eles ensinarão todas as tuas leis ao povo, queimarão incesso na tua presença e no teu altar oferecerão sacrifícios. Ensinavam sempre o que era direito e nunca o que era errado. Viviam em paz comigo, faziam o que é certo e ajudaram muitos a deixarem o caminho da maldade. Os sacerdotes devem ensinar a verdade a meu respeito, e todos devem pedir conselho a eles para saber o que é direito, pois os sacerdotes são os mensageiros do Senhor Todo-Poderoso. Mas agora vocês, sacerdotes, estão saindo do caminho certo, e os seus ensinamentos já fizeram muitas pessoas pecarem. vocês estão quebrando a aliança que fiz com os sacerdotes  Dt 33.10 ;Ml 2.6-8. Os sacerdotes tinham uma responsabilidade de ensinar aos israelitas todas as leis que eu o Senhor dei a eles por meio de Moisés. Mas eles ganham a vida a custa dos pecados do povo, a carne do animal oferecido em sacrifício para tirar pecados Lv 6.24-30, e para tirar culpa Lv 7.1-10, ficava com os sacerdotes Lv 6.29; 7.7. Quanto mais o povo pecasse, maior seria o beneficio deles. Hoje tem muitos pastores usando os benefícios da obra de Deus em benefícios próprios. Lei termo usado em vários sentidos, sendo que o sentido exato em cada passagem precisa ser buscada no contexto. O termo é usado para qualquer "lei" de um grupo, religioso ou não. Então Moisés, em voz alta, pediu socorro a Deus, o Senhor, e o Senhor lhe mostrou um pedaço de madeira. Moisés jogou a madeira na água, e a água ficou boa de beber. Portanto, se for da sua vontade, ó rei, assine um decreto proibindo a rainha Vasti de aparecer na presença do senhor. E mande escrever isso nos livros das leis da Pérsia e da Média, para que nunca possa ser anulada. Depois arranje uma mulher que seja melhor do que Vasti, para ser rainha no lugar dela. Mas, como é só uma questão de palavras, de nomes e da própria lei de vocês, resolvam vocês mesmo. Eu não vou ser juiz nesses assuntos. Êx 15.25; Et 1.19; At 18.15. O termo também significa uma regra, um princípio ou uma norma Rm 7.23. Com muita frequência, o termo é usado para designar o conjunto dos primeiros cinco livros do AT, o Pentateuco Gl 4.21.Neste sentido, o termo geralmente aparece com inicial maiúscula. Várias vezes, outras expressões são usadas como este mesmo sentido, como "Lei de Moisés" Mt 5.17-18, "Lei do Senhor" Lc 2.23, "Livro da Lei" Jo 1.45, "Livro de Moisés" Mc 12.26. As vezes, este sentido engloba mais do que o Pentateuco, mesmo todo o AT Jo 12.34. Em outro uso, "Lei" se refere a mandamentos, preceitos e regras da Aliança do Sinai, dados a Israel por intermédio de Moisés Rm 3.19-20; Gl 3.17-21. Em outros contextos, "Lei" pode até designar uma instrução geral ou toda a revelação de Deus Sl 1.2; 2Cr 17.9.

30 de janeiro de 2017

O DIA DO JUÍZO FINAL

VOCÊ ESTA PREPARADO PARA ESTE DIA DO JUÍZO FINAL


Porém o Dia do Senhor chegará como um ladrão. Naquele dia os céus vão desaparecer com um barulho espantoso, e tudo o que há no  Universo será queimado. A terra e tudo o que existe nela vão sumir. Sabendo que tudo isso vai ser destruído assim, então que tipo de gente vocês precisam ser? A vida de vocês deve ser agradável a Deus e dedicada a ele. Esperem a vinda do Dia de Deus e façam o possível para que venha logo. Naquele dia os céus serão destruídos com fogo, e tudo o que há no Universo ficará derretido 2 Pe 3.10-12. Os céus vão desaparecer. O sol,  a lua e as estrelas serão destruídos, o céu se enrolará como a página de um livro. Todas as estrelas cairão do céu, como caem as folhas da parreira ou da figueira. As estrelas cairão do céu, e os poderes do espaço serão abalados. Em todo mundo muitas pessoas desmaiarão de terror ao pensarem no que vai acontecer, pois os poderes  do espaço serão abalados. As estrelas caíram do céu sobre a terra, como os figos verdes caem da figueira sacudida  por um vento forte. O céu desapareceu como um rolo de papel que se enrola de novo, e todos os montes e ilhas foram tirados dos seus lugares Is 34.4; Mc 13.25; Lc 21.26; Ap 6.13-14. Que tipo de gente vocês precisam ser? Não gente que vive com medo daquele dia, em que "os céus vão desaparecer com um barulho espantoso, mas gente que vive uma vida agradável a Deus e dedicada a ele. Por isso, meus amigos, enquanto vocês esperam aquele dia, façam possível para estar em paz com Deus, sem mancha e sem culpa diante dele 2 Pe 3.14. Essa graça nos ensina a abandonarmos a descrença e as paixões mundanas e a vivermos neste mundo uma vida prudente, correta e dedicada a Deus, enquanto ficarmos esperando o dia feliz em que aparecerá a glória do nosso grande Deus e salvador Jesus Cristo. Mas nós somos cidadãos do céu e estamos esperando ansiosamente o nosso Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que virá de lá Tt 2.12-13; Fp 3.20. Cidadãos do céu. 

VIDA IMORAL



No passado apareceram falsos profetas no meio do povo, e assim também vão aparecer falsos mestres entre vocês. Eles ensinarão doutrinas destruidoras  falsas e rejeitarão o Mestre  os salvou. E isso fará com que caía sobre eles uma rápida destruição. Mesmo assim, muita gente vai imitar a vida imoral deles, e por causa desses falsos mestres muitas pessoas vão falar mal do Caminho da verdade. Em sua ambição pelo dinheiro, esses falsos mestres vão explorar vocês, contando histórias inventadas. Mas faz muito tempo que o juiz está alerta, e o destruidor deles está bem acordado. Pois Deus não deixou escapar os anjos que pecaram, mas os jogou no inferno e os deixou presos com correntes na escuridão, esperando o Dia do julgamento. Deus não deixou escapar o mundo antigo, mas trouxe o dilúvio sobre o mundo dos que queriam saber de Deus. A única pessoa que ele salvou foi Noé, que anunciou que todos deviam obedecer a Deus também salvou mais outras sete pessoas 2 Pe 2.1-5. O apóstolo denuncia os falsos mestres que vão aparecer entre o povo cristão, são pessoas que, depois de conhecer o caminho certo se desviam do caminho e rejeitam o Mestre que os salvou. Esses falsos mestres não somente vão espalhar doutrinas falsas, mas também viver uma vida imoral, procurando levar os cristãos pelo mesmo caminho. Sua ambição pelo dinheiro. Ai deles! Seguem o mesmo caminho de Caim, por causa de dinheiro, eles se entregam ao mesmo erro de Balaão. E, como Corá se revoltou e foi destruído, eles também se revoltam e serão destruídos. Esses homens estão sempre resmungando e acusando os outros. Eles seguem os seus próprios maus desejos, vivem se gabando e bajulam os outros porque são interesseiros Jd 11,16.  não O juiz… o destruidor deles. Deus não quer que ninguém seja destruído, mas ele julgará e destruirá aqueles que não se arrependem de seus pecados. O Senhor não demora a fazer o que prometeu, como alguns pensam. Pelo contrário, ele tem paciência com vocês porque não quer que ninguém seja destruído, mas deseja que todos se arrependam dos seus pecados Pe 3.9. Paciência. Mas tu, Senhor, és Deus de compaixão e de amor és sempre paciente, bondoso e fiel. Ou será que você despreza a grande bondade, a tolerância e a paciência de Deus? Você sabe muito bem que ele é bom e que quer fazer com que você mude de vida Sl 86.15; Rm 2.4. Falsos profetas. É alguém que explique sonhos. Se aparecer no meio de vocês um profeta ou alguém que explique sonhos, dizendo que vai acontecer um milagre ou outra coisa espantosa, e, se acontecer aquilo que ele disse, então ele vai procurar levá-los a adorar e servir deuses que vocês não conheciam. Mas não deem atenção a esse profeta ou a essa pessoa que explica sonhos. Pois é assim que o Senhor, nosso Deus, vai por vocês a prova, para ver se, de fato, o amam com todo o coração e com toda a alma. Sigam as leis do Senhor, nosso Deus; temam a Deus, obedeçam aos seus mandamentos e deem atenção a tudo o que ele diz. Adorem somente a Deus e fiquem ligados com ele. E o profeta ou o explicador de sonhos que procurou levá-los a se revoltarem contra Deus será morto. Pois ele procurou desviá-los do caminho indicado pelo o Senhor, o Deus que livrou vocês do Egito, onde eram escravos. Matem esse falso profeta e assim tirarão o mal do meio do povo. Sonhos eram uma maneira que Deus usava para revelar a sua vontade. Mas era necessário que houvesse alguém que pudesse explicar o que o sonho queria dizer, como se pode ver em Gn 40.1–41.36; Jz 7.13-14; Dn 2.1-45; 4.1-33. Revelar a sua vontade. Deus disse: Agora escutem o que vou dizer. Quando há profetas entre vocês, eu apareço a eles em visões e falo com eles em sonhos. Enquanto José estava pensando nisso, um anjo do Senhor apareceu a ele num sonho e disse: José, descendente de Davi, não tenha medo de receber Maria como sua esposa, pois ela esta grávida do Espirito Santo. E num sonho Deus os avisou que não voltassem para falar com Herodes. Por isso voltaram para a sua terra por outro caminho. Depois que os visitantes foram embora, um anjo do Senhor apareceu num sonho a José e disse: Levante-se, pegue a criança e a sua mãe e fuja para o Egito. Fiquem lá até eu avisar, pois Herodes está procurando a criança para matá-la. Depois que Herodes morreu, um anjo do senhor apareceu num sonho a José, no Egito, e disse: Levante-se, pegue a criança e a sua mãe e volte para a terra de Israel, pois as pessoas que queriam matar o menino já morreram. Então José se levantou, pegou a criança e a sua mãe e voltou para a terra de Israel Nm 12.6; Mt 1.20; 2.12-13,19-21.

16 de janeiro de 2017

FIGUEIRA

                                                                                                    FIGUEIRA SIMBOLO DE FÉ

Figos produz duas safras anualmente, os primeiros figos temporã é aquilo que vem antes do tempo próprio prematuro. Mas, evoluindo semanticamente, passou a agregar também o sentido do adjetivo serôdio, ou seja,tardio. Assim, hoje significa "aquilo que vem quando não mais espera" ou aquilo que vem fora de tempo, quer antes, quer depois do tempo apropriado. Figos que amadurecem em junho ou no começo de julho Is 28.4; Jr 24.2; Os 9.10. Por volta de fevereiro os primeiros botões surgem nos ramos, as folhas só aparecem no fim de abril ou no fim de maio Mt 24.32; Ct 2.13. Na época em que a árvore esta coberta de folhas também deveria ter frutos. Visto que era o dia 10 nisã o ano 33 a sua aparência dava motivo. Os figos era usado como remédio e uma fonte básica de alimentos nos tempos bíblicos. Mc 11.12-14 indica que Jesus sé chegou a figueira pensando em figos embora não fosse a estação dos figos, quer dizer a época, para a colheita dos figos. Ter a árvore somente folhas mostrava que não ia produzir nenhuma safra, portanto era enganosa na sua aparência. Jesus amaldiçoou-a como improdutiva, fazendo-a secar-se Mt 7.19; 21.43; Lc 13.6-9. Israel é comparada por duas especia de figos Jr 24.1-10  Em 597 a.C., Nabucodonosor levou muitos prisioneiros de Jerusalém para a Babilônia 2 Rs 24.10-16;  2 Cr 36.10. Os que ficaram em Jerusalém olhavam com desprezo para aqueles que tinham sido levados embora, pensando que eram como figos muito ruins, ruins demais para serem comidos v.2. Deus inverte as coisas, dizendo que os figos bons são os israelitas que foram levados para a Babilônia v.5; 29.4-14 e que os ruins são aqueles que ficaram em Jerusalém v.8;  Mt 7.15-16; Tg 3.13; Mt 24.32-34; Ap 6.13.

                                                                 
 NISÃ
Nisã nome pós-exílico do primeiro més lunar judaico do calendário sagrado, correspondendo uma parte de março outra parte de abril  Ne 2.1. O que vou contar aconteceu quatro meses mais tarde, no vigésimo ano do reinado de Artaxerxes. Um dia, quando o rei estava jantando, eu peguei vinho e o servi. O rei nunca me havia visto triste Et 3.7. No ano doze do reinado de xerxes, no primeiro més, o més de nisã, Hamã ordenou que tirassem a sorte chamava-se isso de "purim", para decidir o dia e o més em que os judeus seriam mortos. Foi sorteado o dia treze do décimo segundo més, o més de adar. Ano doze 475 a.C. Nisã. O més que ia de meados de março a meados  de abril. Purim plural de "pur" palavra da língua acadiana que quer dizer "sorte" Et 9.26, adar. O més que ia de meados de fevereiro a meados de março. Como este era o décimo segundo més, isso dava aos judeus uma sobrevida de quase um ano. Estes més, primeiro chamado "abibe", era originalmente considerado o sétimo més e evidentemente é o més mencionado em Gn  8.4. No dia dezessete do sétimo més, a barca parou na região montanhosa de Ararate. Sétimo més. O més de etanim 1 Rs 8.2, que ia de meados de setembro até meados de outubro. Ararate. Na região da Armênia que hoje faz parte da Turquia. Por ocasião do Êxodo do Egito, Jeová designou este més como "o primeiro més do ano Êx 12.2. Este més será para vocês o primeiro més do ano 13.4. Vocês estão saindo do Egito neste dia, no primeiro més, o més de abibe Nm 33.3. O povo de Israel saiu do Egito no dia quinze do primeiro més do ano, um dia depois da primeira Páscoa. Eles saíram de Ramesés de maneira vitoriosa, e todos os egípcios os viram.
                             
                                     USO FIGURADO PROFÉTICO

A figueira e a videira são mencionadas juntas em muitos textos, e as palavras de Jesus em Lc 13.6 mostra que as figueiras muitas vezes era plantadas em vinhedos 2 Rs 18.31; Jl 2.22. A  expressão sentar-se cada um debaixo da sua própria videira e figueira simbolizava condições pacíficas, prosperas e seguras 1 Rs 4.25; Mq 4.4; Zc 3.10.


                                        JESUS ENTRA EM JERUSALÉM


Jesus entra em Jerusalém no domingo, vai até o Templo e olhou tudo em redor. Mas, como já era tarde, foi para o povoado de Betânia com os doze discípulos. No dia seguinte, a segunda feira daquela mesma semana. Jesus passou a ultima semana em Jerusalém e arredores, desde domingo até sexta feira. Se Jesus entrou em Jerusalém no domingo Mc 1.1-11, a passagem dos outros dias da semana é assinalada como segue: Segunda feira, em Mc 11.12; terça feira em Mc 11.20; quarta feira, em Mc 14.1; quinta feira, em Mc 14.12; e sexta feira, o dia da crucificação e do sepultamento de Jesus Mc 15.21-47, e em 15.1. No dia seguinte seria terça feira, Jesus e os discípulos provavelmente estivessem voltando de Betânia, onde tinham passado a noite Mc 11.20. Jesus e os discípulos voltam a Jerusalém, e os discípulos veem a figueira morta. Em vez de falar sobre o fracasso do antigo sistema religioso, representado pela figueira seca, Jesus fala sobre a nova comunidade que ele está criando e que vive pala fé e pela oração. Os discípulos chegaram perto de Jesus, em particular, e perguntaram: Por que foi que nós não pudemos expulsar aqueles demônio? Jesus respondeu: Foi porque vocês não têm fé. Eu afirmo a vocês que isso é verdade: Se vocês tivessem fé, mesmo que fosse do tamanho de uma semente de mostarda, poderiam dizer a este monte: "Saia da qui e vá", e ele iria. E vocês teriam poder para fazer qualquer coisa! Mt 17.19-20. É pela fé que se tem acesso ao poder do Reino de Deus. Porque Jesus expulsou os comerciantes do Templo? E disse aos que vendiam pombas: Tirem tudo isto daqui! Parem de fazer da casa do meu Pai um mercado! Então os discípulos dele lembraram das palavras das Escrituras Sagradas que dizem: "O meu amor pela tua casa, ó Deus, queima dentro de mim como fogo. O meu amor pelo teu Templo queima dentro de mim como fogo; as ofensas que te insultam caem sobre mim Jo 2.16-17; Sl 69.9.

Print Friendly and PDF

29 de dezembro de 2016

OS MORTOS VIVERÃO

A ressurreição dos mortos é um conceito do Antigo Testamento. Jó diz: porque eu sei que o meu
Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra. E depois de consumida a minha pele, contudo ainda em minha carne verei a Deus 19.25-26. Jó estava confiante que haveria um dia da ressurreição através da vinda de um Redentor nos últimos dias. Jó talvez seja o livro mais antigo da Bíblia. Ambientado no período dos patriarcas Abraão, Isaque, Jacó e José, ele conta a história de um homem que perde tudo sua riqueza, e sua família, sua saúde e luta com a pergunta: Por que? Morrendo o homem, porventura tornará a viver? Todos os dias da minha milicia esperaria, at,e que eu fosse substituído. Chamar-me-ias, e eu te responderia; terias saudades da obra de tuas mãos 14.14-15. No momento do seu discurso. Jó está sentindo sobre seus ombros a vara do Deus da ira. Certamente terá de suportá-la enquanto sua vida terrestre durar. Mas e depois? Jó expressa um maravilhoso sonho seu; um Deus misericordioso concedendo-lhe asilo primeiro no Seol, a habitação dos mortos, e depois chamando-o a uma existência, em que Ele, o Criador, se deleitara na obra das suas mãos. Se Jó pudesse ter certeza disto. então suportaria com bom agrado sua angústia até que chegasse o alivio da parte de Deus. Sua profunda percepção do passado, da relação entre a criatura e seu Criador, dá-lhe condição para imaginar a verdade sobre isto no futuro. Esperando em Deus. Viu que o repouso era bom, e que a terra era deliciosa; baixou os ombros a carga, e sujeitou-se ao trabalho servil Gn 49.15.
Isaías diz: Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos 26.19. Meu cadáver. Sublime testemunho da ressurreição do corpo. O corpo humano adapitado somente para a vida neste mundo, não quer dizer um corpo invisivel puro espiritual, mas um corpo que corresponderá as necessedades da vida espiritual. Pois quem quer amar a vida e ver dias felizes, refreie a sua língua do mal e evite que os seus lábios falem dolosamente; aparte-se do mal, pratique o que é bom, busque a paz e empenhe-se por alcança-la. Porque os olhos do Senhor repousam sobre os justos e os seus ouvidos estão abertos as suas suplicas, mas o rosto do Senhor está contra aqueles que praticam males 2 Pe 3.10-12.
Daniel diz: E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para a vergonha e desprezo 12.2. Daniel está dizendo que há duas ressurreição a ressurreição dos justos e a dos ímpios. Jesus ensinou a mesma verdade dizendo: Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz. E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação Jo 5.28-29. A ressurreição do justo se dá em três momentos. O primeiro momento foi no Calvário, quando os mortos se levantaram dos túmulos quando Jesus foi crucificado. O segundo momento será no Arrebatamento da Igreja, antes da Tribulação. O terceiro momento será no meio da Tribulação e consistirá daqueles que foram salvos durante a Tribulação e foram decapitados pelo Anticristo. A ressurreição do ímpio ocorre no julgamento do Grande Trono Branco, no final dos tempos.
Print Friendly and PDF
VITRINE